Avaliação de inseticidas botânicos e sintéticos para o controle de Tribolium castaneum (Herbst) (Coleoptera: Tenebrionidae)

Naima Iram, Muhammad Arshad, Naheed Akhter

Resumo


Estudos foram realizados para avaliar a ação inseticida de dois produtos de origem vegetal e um inseticida sintético em um importante inseto praga de produto armazenado, Tribolium castaneum (Herbst) (Coleoptera: Tenebrionidae). As espécies de plantas estudadas foram, Psidium guajava (L.) (goiaba, folhas; Myrtaceae) e Citrus reticulata (Kinnow, casca e folhas; Rutaceae). Metopreno foi utilizado como insecticida sintético. Duas formulações viz., pó e extracto de etanol de cada planta e quatro concentrações (5, 10, 15 e 20%) de metopreno foram testadas. A repelência foi determinada utilizando-se o teste de papel de filtro, enquanto que, a mortalidade, a protecção na perda de peso e o potencial anti-alimentar de todos os tratamentos foram avaliadas usando grãos de trigo. Os resultados evidenciaram que todos os tratamentos testados tiveram efeitos significativos para todas as variáveis analisadas e o extrato de etanol foi significantemente mais eficiente do que a forma de pó da mesma planta. Além disso, folhas e cascas de C. reticulata não diferiram significativamente quanto à sua toxicidade aos adultos de T. castaneum, mas, mais eficiente do que P. guajava, enquanto que, a atividade de metoprene foi comparável ao de plantas em concentração de 20 ppm.

Palavras-chave


Citrus reticulata; Psidium guajava; metopreno; Rutaceae; Myrtaceae

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v8.0.117


Sociedade Entomológica do Brasil