Adaptação de um bioensaio simplificado para avaliação do status de susceptibilidade em larvas de Anopheles darlingi e Anopheles marajoara ao piretroide deltametrina

Ana Paula Barbosa Silva, Wallison Sousa Alves, Ademir Jesus Martins Junior, Wanderli Pedro Tadei, Joselita Maria Mendes Santos

Resumo


A malária ainda é um dos mais graves problemas de saúde pública do mundo. A ferramenta estratégica mais efetiva para tentar diminuir a transmissão da doença é a eliminação de vetores na forma adulta por meio da aplicação de inseticidas químicos. No entanto, o uso exacerbado de tais compostos tem provocado uma forte pressão de seleção sobre as populações de vetores, resultando na evolução da resistência. Nesse trabalho, objetivamos adaptar um método de avaliação do perfil de susceptibilidade aos inseticidas piretroides sobre larvas de Anopheles darlingi e Anopheles marajoara. Tal método é conhecido como Bioensaio Simplificado de Knockdown. As amostras foram coletadas em Manaus, São Gabriel da Cachoeira e Iranduba, no estado do Amazonas, em Macapá, no Amapá, e em Rio Branco, no Acre. Os bioensaios foram conduzidos usando larvas de 4º estádio. Cada larva foi colocada em copos contendo 20 mL da solução de inseticida e o tempo de knockdown foi observado durante 30 minutos. Com base na população natural mais susceptível (São Gabriel da Cachoeira), as doses diagnósticas obtidas foram 0,1 e 0,4 ppm. Foram observadas perda de susceptibilidade nas populações de Manaus e Iranduba, possivelmente, devido ao efeito de seleção dos inseticidas sobre os alelos de resistência específicos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v9.139

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Sociedade Entomológica do Brasil