Eficiência de inseticidas sistêmicos, aplicados em mudas cítricas, em pré-plantio, no controle de Diaphorina citri (Kuwayama) (Hemiptera: Psyllidae)

André Luiz Sanches, Marcos R. Felippe, Alexandre U. Carmo, Gabriel R. Rugno, Pedro T. Yamamoto

Resumo


Um ensaio foi conduzido em casa de vegetação no Departamento Científico do Fundecitrus de março a maio de 2006 para avaliar a eficiência de inseticidas sistêmicos aplicados via “drench” em mudas cítricas para o controle de Diaphorina citri (Kuwayama). Os tratamentos foram: (1) tiametoxam - 0,3 g de i.a./ planta, (2) imidacloprido – 0,35 g de i.a./planta e (3) testemunha. Os psilídeos adultos capturados em pomares foram confinados em plantas tratadas em períodos escalonados de 15 a 30 dias após aplicação (DAA), de 31 a 45 DAA, de 46 a 60 DAA e de 61 a 80 DAA. Os insetos mortos foram contados às 3, 6, 24, 48, 72 e 96 horas após confinamento (HAC). O delineamento experimental foi inteiramente casualisado. A eficiência de controle foi calculada pela fórmula de ABBOTT. Tiametoxam e imidacloprido diferiram significativamente da testemunha as 3 HAC no primeiro e segundo período de confinamento. Entretanto, no terceiro e quarto período de confinamento, a diferença estatística foi observada somente às 24 HAC. A eficiência foi superior a 95% para os inseticidas testados até aos 80 DAA no final de 96 horas sob confinamento.

Texto completo:

ABSTRACT HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v4.0.29

Sociedade Entomológica do Brasil