Efeito de Extrato Aquoso de Azadirachta indica e de Trichilia pallida sobre Lagartas de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) em Milho.

Marcos R. Conceschi, Thiago Felipe Ansante, Fábio Mazzonetto, José Djair Vendramim, Vera Lúcia Monelli Sossai, Luiz Carlos Pizetta, Renato Zapparoli Corbani

Resumo


Plantas inseticidas vêm sendo pesquisadas como uma alternativa para controle de Spodoptera frugiperda, importante praga do milho. Esse trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência do extrato aquoso de folhas de Azadirachta indica (EAI) e Trichilia pallida (ETP) sobre lagartas de S. frugiperda alimentadas em folhas de milho (híbrido ZB 710) sob diferentes formas de aplicação. Utilizaram-se pedaços de folhas de 16 cm2, imersos por 4 segundos ou pulverizados na concentração de 5% e, então, transferidos para tubos de vidro e trocados a cada 24 horas. As variáveis biológicas avaliadas foram mortalidade diária, peso larval, medição de cápsula cefálica e comprimento de lagartas no 5o dia de avaliação. O delineamento foi inteiramente casualisado, com sete tratamentos (testemunha, folhas imersas em (EAI), lagartas pulverizadas com (EAI), folhas imersas e lagartas pulverizadas com (EAI), folhas imersas em (ETP), lagartas pulverizadas com (ETP), folhas imersas e lagartas pulverizadas com (ETP)), e 40 repetições por tratamento. Os dados foram submetidos aos testes Log-rank, Wilcoxon e Tarone-Ware para comparação das curvas de sobrevivência, utilizando a técnica multivariada (Cluster) e o método de ligação por vizinho mais distante e a distância euclidiana e também a correlação de Spearman e o método de Bonferroni para as variáveis analisadas no quinto dia. Dos resultados da análise de sobrevivência e estatística multivariada, verificou-se que a mortalidade das lagartas e valores de peso e tamanho das lagartas e a largura da cápsula cefálica foram significativamente afetados quando submetidas aos tratamentos com folhas imersas e lagartas pulverizadas com extrato de A. indica e com folhas imersas neste extrato.

Texto completo:

ABSTRACT HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v6.0.30

Sociedade Entomológica do Brasil