Estudo Comparativo do Efeito Larvicida de Extratos de Frutos Verdes e Maduros de Melia azedarach L. (Sapindales: Meliaceae) em Aedes aegypti L. (Diptera: Culicidae)

Josiane Somariva Prophiro, Juliana Chedid Nogared Rossi, Luiz Alberto Kanis, Tania Gonçalves dos Santos, Onilda Santos da Silva

Resumo


A atividade inseticida de Melia azedarach L. (Sapindales: Meliaceae) em insetos de importância agrícola tem sido extensivamente avaliada. Contudo, a possibilidade de uso desta planta no controle de insetos de importância médica é pouco estudada. O objetivo deste estudo foi comparar o efeito larvicida de extratos etanólicos de frutos verdes e maduros de M. azedarach em Aedes aegypti (Linnaeus: 1762) (Diptera: Culicidae). Os resultados obtidos demonstraram que ambos os frutos verdes e maduros de M. azedarach causaram mortalidade nas larvas. As concentrações letais (CL50, CL90 e CL95) obtidas do extrato de frutos verdes foram 0,08%, 0,31%, 0,46% respectivamente para 3º estádio, e 0,18%, 0,43%, 0,55% respectivamente para 4º estádio, após 48 horas de exposição. Em relação ao extrato de frutos maduros, as CL50, CL90 e CL95 foram de 0,05%, 0,10%, 0,12% respectivamente para 3º estádio e 0,05%, 0,12%, 0,14% respectivamente para 4º estádio, após 48 horas de exposição. Os resultados demonstram que o extrato de frutos maduros é mais eficiente do que frutos verdes, para o controle de larvas de A. aegypti.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v3.0.54

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Sociedade Entomológica do Brasil