Eficiência de inseticidas, aplicados nas sementes e em pulverização, no controle do percevejo barriga-verde Dichelops melacanthus (Dallas) (Hemiptera: Pentatomidae), na cultura do milho.

Crébio José Ávila, Marcela Marcelino Duarte

Resumo


Objetivou-se neste trabalho avaliar a eficiência do inseticida tiametoxam, quando aplicado nas sementes (210 g i.a./100 kg), da mistura tiametoxam + lambda-cialotrina (16,5 + 33 e 33 + 66 g i.a./ha) aplicada em pulverização sobre as plantas e da associação de ambos, no controle de adultos de Dichelops melacanthus na cultura do milho. O experimento foi constituído de cinco tratamentos químicos e da testemunha (sem inseticida). Os tratamentos foram avaliados em casa de vegetação (CV) e no campo. O tratamento das sementes de milho foi realizado um dia antes da sua semeadura em vasos e no campo. Aos dez dias após a completa emergência das plantas (em CV e no campo) efetuou-se a pulverização dos tratamentos químicos com tiametoxam + lambda-cialotrina. Em seguida, realizou-se a infestação de adultos do percevejo para se alimentar no milho dos diferentes tratamentos, utilizando-se gaiolas teladas para contenção dos insetos tanto em CV como no campo. A sobrevivência de adultos de D. melacanthus foi significativamente influenciada pelos tratamentos químicos aplicados nas sementes ou em pulverização sobre as plantas do milho, tanto no ensaio de CV quanto no de campo. Em CV, os maiores níveis de controle do percevejo foram observados nas parcelas em que as sementes de milho haviam sido tratadas com tiametoxam, independentemente das plantas terem sido ou não pulverizadas com a mistura tiametoxam + lambda-cialotrina. Já em condições de campo, a mistura tiametoxam + lambda-cialotrina, pulverizada no milho, foi mais eficiente no controle do percevejo do que o tiametoxam aplicado nas sementes.

Texto completo:

ABSTRACT PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v7.0.72

Sociedade Entomológica do Brasil