Efeito de Inseticidas Neonicotinóides sobre a Mosca-das-Frutas Sul-Americana Anastrepha fraterculus (Wiedemann) (Diptera: Tephritidae) na Cultura da Videira

Aline Nondillo, Odimar Zanardi, Ana Paula Afonso, Augusto J. Benedetti, Marcos Botton

Resumo


A mosca-das-frutas Anastrepha fraterculus (Wiedmann) é uma das principais pragas associadas à cultura da videira, com destaque para a destinada ao consumo in natura. O controle do inseto tem sido realizado principalmente com inseticidas fosforados que possuem período de carência elevada, reduzida seletividade aos inimigos naturais, e alta toxicidade aos humanos. Neste trabalho, foi avaliado o efeito dos inseticidas neonicotinóides acetamiprido (4; 6 e 8 g.100L-1), tiametoxam (5; 7,5 e 10 g 100L-1), e fentiona (50 mL.100L-1), em laboratório e vinhedo comercial, visando ao controle de adultos e larvas de A. fraterculus. Em laboratório, fentiona proporcionou 100% de mortalidade de adultos pelo contato direto, ingestão e profundidade controlando larvas de A. fraterculus localizadas no interior de bagas de uva da cultivar Itália. O tiametoxam apresentou mortalidade (M) de adultos de 79,5% (10g i.a. 100L-1) via contato direto e 100% através da ingestão, nas três doses avaliadas, porém resultou em reduzido efeito sobre larvas (entre 44,4 e 55,6 % M). O acetamiprido controlou os adultos via ingestão (100% M) apresentando reduzido efeito de contato (entre 23,1 e 25,6% M), porém proporcionou um controle de larvas (entre 77,8 e 88,9% M) equivalente a fentiona. No experimento conduzido em vinhedo comercial, todos os inseticidas e doses avaliadas, após 4 aplicações realizadas a intervalos de 10 dias, reduziram a presença de danos nas bagas em níveis próximo a 90%, demonstrando o potencial de emprego destes inseticidas no controle de A. fraterculus na cultura da videira.

Palavras-chave


Controle químico, uva de mesa, acetamiprido, tiametoxam, fentiona, chemical control, table grape, acetamiprid, thiamethoxan, fenthion



DOI: https://doi.org/10.14295/BA.v2.0.9

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Sociedade Entomológica do Brasil